• Arquivo

Escreva seus rascunhos no seu filme favorito – e em VHS!

A nova série de cadernos artesanais de Rafaella e Marcatto, da Libretto, é inspirada em fitas VHS, lembra delas? São vários filmes dando um ar vintage e cult pro seu caderninho. Achei a ideia boa e bem chamosa. Veja algumas fotos abaixo.


São cinco títulos disponíveis: “Laranja Mecânica”, “Kill Bill”, “O Poderoso Chefão”, “Star Wars – O Império Conta-Ataca” e “Pulp Fiction”.

O produto tem capa dura e mede 18x10cm, tamanho semelhante ao das fitas originais. O miolo contém 160 páginas de papel Pólen Soft 80g. Custa R$ 30,00 + frete; é só enviar email para contato@librettodebolso.com.

(vi no Binóculo)

Dazed and Confused de março tem 4 capas

A Dazed and Confused de março terá nada menos que 4 capas e as estrelas são as novatas Frida Aasen, Erjona Ala, Lara Mullen e Kati Nescher. Todas tem a mesma frase na capa: “2012: se não está excitante, você não está fazendo direito”.

Não sei vocês, mas eu acho que toda revista só devia chegar nas bancas com mais de uma capa se todas forem realmente muito boas. É só se não tiver como decidir qual ficou melhor mesmo. Nesse caso, nem todas as 4 tem tanta força assim, eu acho.

Mas a frase da capa é bem boa mesmo. O dasBancas pirou nela, clica aí.

 

Existe um mundo fora do seu iPhone, sabia?

O Felipe Tofani é um designer de São Paulo que começou em 2009 um projeto de “indiretas pela rua”. Tudo começou em 2007, quando conheceu pessoalmente uma mina com quem ele conversava pela web e constatou que ela era mais legal online.

Ele pensou em algumas dezenas de frases e colocou o projeto em rua, colando adesivos por São Paulo, mas o projeto foi se expandindo e chegou a Curitiba, Rio de Janeiro, Porto Alegre e várias outras cidades – incluindo algumas no exterior, como na França, Alemanha, Espanha, Inglaterra e Estados Unidos.

Quem quiser ver mais adesivos tem aqui e aqui.

Descobri o cara aqui.

E se “Space Oddity”, do David Bowie, fosse um livro infantil?

O ilustrador Andrew Kolb fez uma coisa maravilhosa e que vai agradar todo mundo que gosta de David Bowie: transformou um dos clássicos do cara, a canção “Space Oddity”, em um livro infantil. Dá pra baixar o PDF no site dele, mas copiei os desenhos abaixo. Uma das coisas de mais bom gosto que já vi. Lindo, lindo, lindo.

Se quiser, dê play na música enquanto lê o livro, dá um ar ainda mais legal aos desenhos.

Continue lendo

Quer uma chupada?

Essa ideia da agência russa Stoyn é simplesmente genial. Ela desenvolveu uma linha de picolés baseada em dez das figuras mais icônicas da cultura pop mundial.

Além de estudar os tais ícones, os caras tentaram desenvolver um sabor que tivesse a ver com a personalidade de cada um. O resultado, somado ao formato tridimensional detalhado do doce, parece uma delícia!

Lindos demais, né? Parece até mentira, mas não é não. Olhaí!

E a gente achando que Frutilly era legal….

(BL via MC)

As verdadeiras pin-ups!

Todo mundo já viu alguma coisa com pin-up. Uma roupa, um pôster, uma tatuagem. Essa expressão se refere a desenhos, pinturas e outras ilustrações feitas por imitação a fotos. O termo foi documentado pela primeira vez na década de 40, apesar dessa arte existir desde antes – diz que a expressão se refere aos soldados que, na guerra, pregavam essas fotos nas paredes dos alojamentos. Afinal, isso era o mais perto de pornografia que eles tinham em mãos.

Bom, como eu disse, os desenhos eram sempre inspirados em fotos. Eis algumas.

Aqui tem mais. Adorei!

Bill Murray, Tina Fey e Eddie Murphy são super heróis!

Genial essa ideia da galera do Old Red Jalopy de transformar comediantes em heróis. E não só qualquer um, né? Os melhores do ramo! Além de Bill Murray, Tina Fey e Eddie Murphy, ainda tem Will Ferrel e Steve Martin. Veja todos aqui.

Ótima arte, mas pena não haver uma revistinha por trás – seria bem legal, né? Vontade de fazer uma camista ou um pôster disso também…

%d blogueiros gostam disto: