• Arquivo

Top 5 Oscars que foram jogados no ralo

Vi essa lista e resolvi montar a minha. Sei que tem muito mais injustiças – se considerarmos os prêmios técnicos então, não paramos de listar – mas esses foram os chutes na trave que realmente me incomodaram.

5 – Denzel Washington
Um prêmio político tão óbvio que deu vergonha. Halle Berry mereceu demais o seu Oscar por “A Última Ceia”, mas Denzel levar a estatueta por “Dia de Treinamento”? Os outros indicados – que incluiam Russell Crowe em “Uma Mente Brilhante”, Sean Penn por “I Am Sam” e Will Smith por “Ali” – eram bem superiores. Mas se essa vai ser lembrada como a cerimônia onde, pela primeira vez, uma negra venceu como melhor atriz, vamos dar o prêmio de ator para um negro também? Essa foi a impressão. Tanto que, quando levou sua estatueta por “Preciosa”, Mo’Nique agradeceu a academia por premiá-lo por seu talento e não para fazer politicagem. Falou certo.

4 – Helen Hunt
Depois de levar seu trófeu por “Melhor É Impossível”, a moça fez nada mais de relevante. Ok, tem um filmezinho pra TV ali, um Woody Allenzinho aqui, mas nada lá muito extraordinário. Não sabemos bem o que aconteceu, pois ela não é má atriz. Pelo contrário até. “Corrente do Bem”, por exemplo, é bom. Mas tudo bem, a gente ama ela por tabela por causa da série “Mad About You”, mas esse Oscar aí foi tipo um bônus no caminho que, ao mesmo tempo, amaldiçoou tudo. R.I.P. carreira da Helen Hunt.

3 – Gwyneth Paltrow
“Shakespeare Apaixonado” é doce, mas não traz grandes novidades para a história do cinema. Tá, dessa afirmação alguns podem discordar. Mas que a atuação de Paltrow não foi lá essas coisas, todo mundo concorda, né? Podia ser qualquer outra magrela sem sal no papel. Pior que ela levar é ela levar num ano onde tinha Meryl Streep e Fernanda Montenegro concorrendo! E depois? Fez “O Amor é Cego” e ficou saltitando em “Glee”. Ah, não! Não acho que mereceu. Aliás, no caso, devia ter uma cláusula proibindo que vencedores do Oscar participem de “Glee”. Vou fazer uma marcha pra isso.

2 – Guerra ao Terror
Ok, é bom. Mas “Avatar”, apesar de ter um argumento bobinho, é impressionante. O conjunto da obra merecia. É uma birra que a academia tem com filmes que explodem de bilheteria. Qual o problema em premiar um trabalho que muita gente assistiu? O cineasta megalomaníaco também é talentoso, gente. Daqui 10 anos ninguém vai lembrar de “Guerra ao Terror”, mas vai lembrar de “Avatar” – igual hoje, perguntando pra qualquer um na rua, todos lembram de “Titanic”, mas nem todos de seus concorrentes (como “Los Angeles Cidade Proibida”, “Ou Tudo ou Nada” e “Gênio Indomável”)…

1 – Nicolas Cage
Nem precisa explicar, né? O cara não sabe escolher filmes!

– Sei sim! Nesse, por exemplo, eu sou um motoqueiro que pega fogo. Irado!

6 Respostas

  1. Concordo com todos, menos com Avatar.
    Com aquele roteiro de Pocahontas 2.0 não colava mesmo.

  2. Há coisas bem piores para colocar no lugar de Guerra Ao Terror, fora isso, tudo certo. Avatar não dava mesmo.

  3. Hahahaha
    que post interessante.. Tb concordo com todos, menos avatar xD
    Eu ri na parte do Nicolas Cage.. Qual o critério do cara pra escolher filme? x)

  4. Hahahaha post divertido, mas man, sou obrigado a discordar de quase toda a lista(ou dos pontos apontados por ela).

    Vamos começar falando sobre o D. Washington. Aquele ano foi um ano complicado porque: 1. Sean Penn interpretava um deficiente. Essas performances costumam ser vistas com maus olhos pela crítica por acharem que eles pesam a mão e coisa e tal (mas, vez ou outra, eles são obrigados a engolir seco, tipo o caso do Leo DiCaprio em Gilbert Grape). Mesmo que ele tenha conseguido a indicação, a campanha da imprensa não foi muito favorável a ela. 2. Will Smith mandou MUITO bem em Ali. Todo mundo pagou pau. Mas como nem tudo é perfeito, a atuação dele foi melhor que o filme em que ele estava inserido. Naquela época a Academia tentava “podar” isso. E ele tinha um histórico de blockbusters e comédias, que acabou enfraquecendo suas chances. Disseram que a indicação, naquele caso, já era um prêmio. 3. Russel Crowe foi o mejor mejor daquele ano. Mas ele já tinha ganhado (sem merecer) o Oscar no ano anterior, então puft, nem quiseram dar pra ele. Aí o Denzel, que encarnou um papel bem diferente de seus habituais, levou. Não foi “só” politicagem. Aliás, foi politicagem. Mas nem tanto pelo fato cor da pele. E sim por tudo isso mencionado. Enfim…

    Helen Hunt fez uns 5 ou 6 filmes nos anos subsequentes a sua vitória (merecida!) por Melhor é Impossível. Do Que As Mulheres Gostam, por exemplo, foi um dos hits de verão e a performance dela em Naufrago rendeu elogios. O problema é que quando ela se afastou pra parir ela não teve força pra voltar. Não foi a maldição do Oscar nem nada… foi só… “FALTA”. Hahaha. Mas isso tá pra mudar. Ano que vem ela lança filme com diretor badalado e etc. Ah! E ela foi vista em Soul Surfer (huauhahu) esse ano, então…

    SOBRE PALTROW EU CONCORDO COM TUDO O QUE VOCÊ DISSE. O que ela fez em Shakespeare Apaixonado foi só ok, naaaada que justificasse nem mesmo a indicação. O Oscar dela foi comprado pela toda poderosa Miramax. Chato, né?:\

    E se (veja bem, eu disse “e se”) Guerra ao Terror for um filme superior a Avatar, no conjunto da obra? Hahahaha. Assiste, meo. Eu acho que ele mereceu. Avatar já entrou na história por outros méritos, hahaha. Guerra ao Terror é muito bem filmado e tem um tema MUITO interessante (ao contrário do que possa parecer, ele não fala SOBRE a guerra, mas sim sobre o que ela faz… o vértice, eu diria, é o mesmo que Laranja Mecânica). Mas admito que, NESSE CASO, a vitória foi por politicagem. Premiaram o filme/diretora pelo fator histórico de dar o Oscar pra uma mulher. Enfim…

    Agora… Nick Cage. Tsc. Ele faz muita porcaria. MUITA MESMO. Mas ele mereceu o prêmio que ganhou. E, depois do Oscar, ele fez alguns bem bons. Tipo Kick-Ass, Adaptação e Vício Frenético. Então nem foi jogado tão no lixo assim. :p

  5. Ainda bem que cada um tem uma opinião, eu ja vi Dia de Treinamento umas 10 vezes, e gosto muito por sinal, o quarto nao tenho nada a dizer, GLEE, eu vejo, e olha que adoro Sepultura, AC/DC, eu acho interresante, Guerra ao Terror contra AVATAR, nem comparação GUERRA AO TERROR, com certeza, E Nicolas Cage, o Cara sabe atuar, sem comentarios.

  6. Nossa para dar a opinião direito ao menos conheça do que está falando!! Guerra ao Terror é um filme fantástico e Avatar não se compara absolutamente!! Apenas ter efeitos visuais não conta, o roteito de GT é mto bem escrito e realmente tocante!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: