• Arquivo

Os Detonautas e o oportunismo

Faço minhas as palavras do amigo Rodrigo James.

Em primeiro lugar, se você não ouviu, é bom escutar: a versão dos Detonautas para “Back In Black”, do AC/DC. Se não quiser chamar de versão, tudo bem, invente outro nome.

Esta versão apareceu na internet ontem e imediatamente circulou. Foi tão rápido que em poucos minutos umas 10 pessoas já haviam me mandado o link. Então fui ouvir.

Não sei que tipo de reação a música provoca em vocês, mas eu tenho imediatamente um sentimento de amor e/ou ódio. Pode até ser que mude com o tempo, mas o primeiro contato conta muitos pontos. E eu preciso confessar que não me lembro de uma música me deixar tão revoltado quanto esta. Me senti como se tivesse sido agredido fisicamente, tamanho o mal estar que ela me causou. Eu sei, podem me chamar de passional, mas é isso mesmo que sou em relação à música. Defendo com unhas e dentes minhas convicções, como se fosse o meu time de futebol. Aliás, não é a primeira vez que alguém compara música e futebol.

E então fui procurar o que Tico Santa Cruz havia dito sobre isso. E me deparei com a seguinte frase:

“Adoro ler essas críticas desses roqueiros de gavetas que não fazem porra nenhuma pelo rock no Brasil. Estamos tentando mudar a cena e vocês nem ajudam, só criticam! Então vai escutar emo nas rádios”

Num primeiro momento, pensei ser um fake. Não é possível que um cara que faça música realmente ache coisas como estas ou que tenha um discurso tão anos 60 como este. “Mudar o mundo”? “Críticas de roqueiros de gavetas”? “Vão escutar emo nas rádios”? Será que voltei aos anos 60 e não estou sabendo? E que tipo de serviço você tem prestado ao rock no Brasil, Tico?


Foi quando me deparei com a letra. Separem um tempinho para ler:

Querem me calar mas mesmo assim
Eu sigo na missão e vou lutando até o fim
Se o radio não toca rá,não tem problema
Entro pela internet depois quebrando teu sistema
Censura, boicote, alienação
Querem jovens idiotas pro futuro da nação
Mas não foi sempre assim e nem precisa ser
Quebre essa corrente então bota pra foder
Com esses moleques retardados criado em shopping
Todos afetados, cérebro de brócoles
Dizem que isso é rock isso não é rock não
Rock é isso aqui então aprende esse refrão
Heeeeeeheee
I’m back in black, cuz’ i’m back in black
Se me bloqueiam de um lado, eu me infiltro do outro
Eu sou pior que um rato eu entro pelo esgoto
Voltei de perto pro combate sem medo de apanhar
Eu não sou jesus cristo então vou revidar
A brincadeira é rebeldia, sem inteligência
Essa vidinha de gato é realmente deprimente
Ninguém questiona nada, ninguém contesta
Aceitam tudo calados ou somente detesta
Quando eu mudo minha faceta
Vejo o outro lado
Chega de exaltar esse glamour falsificado
Eles dizem que isso é rock, rock é isso aqui
Aprende com quem sabe ai ac/dc
Heeeeeeheee
I’m back in black, cuz’ i’m back in black
Não foi capa de revista nem colirio da capricho
Lembro quando mtv tocava rock e era o bicho
Tentaram me calar mas olha eu aqui de novo
Junto com os parceiros rá eu quebro o jogo
Quebrando a banca, curtindo o movimento
Atitude e conciencia é conhecimento
Chega de aturar essa enganação aprende com quem sabe
Cante esse refrão
Heeeeeeheee
I’m back in black, cuz’ i’m back in black

(…)

Fazer cover de AC/DC muitos já fizeram. Carlos Santana fez em seu último disco e, à parte a versão da mesma música ter ficado aquém da original, ninguém o chamou de oportunista ou ficou revoltado. Porque dá pra entender o projeto de Santana, mesmo que não gostemos.

Ao pegar a base de “Back In Black” e colocar uma letra com todos os clichês do rock de butique, o Detonautas ou seu mentor, Tico Santa Cruz, acabam indo contra seu próprio discurso. Vocifera contra tudo e contra todos mas não percebe que ele é parte deste mesmo universo descrito na letra. Soa bobo, datado, infantilóide e até um pouco inocente. A atitude nem sempre está encrustada na frase “eu tenho atitude”, mas exatamente no oposto. Pelo contrário, soa sim bastante oportunista e feito sob medida para agradar à geração de adolescentes que acham que rock é tudo isso que ele coloca na letra.

Anúncios

2 Respostas

  1. A Shakira já fez cover dessa música.. agora eu “adoro” essas críticas que utilizam a música dos outros… original…. 😉

  2. Eu ia fazer uma crítica, mas vc já disse tudo.Quem odeia o Restart vai falar “bem”.Mas cai entre nós, quem fala muito nada faze de verdade, deixa pouco a se fazer.Ele não entraram na discussão com um bom trabalho.Ele pode não crer, mas ele já tá na lista dos que estão afundadando ainda mais o rock nacional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: