• Arquivo

Que polêmica foi essa, Lady Gaga?

Se você vive numa caverna, não está sabendo que Lady Gaga divulgou seu novo single. Dá para ouvir nesse link aqui e aqui tem a letra. E ó, domingo agora, no Grammy, a loira vai apresentar a música ao vivo pela primeira vez, fique ligado.

Analisando friamente e tirando o mimimi que gerou, é só mais uma cantora lançando sua música nova.

Eu gostei. Achei mais groove que os hits anteriores dela. Menos eletrônicazinha. Menos essas cantoras que só cantam sobre si mesmas e em como elas são fodonas e mais sobre “somos livres, vamos comemorar”. É uma letra e um ritmo que me fizeram lembrar a inocência das Spice Girls, sabe como?

Mas aí chegam os fãs chatos falando que é a melhor música do mundo, os fãs chatos de Madonna falando que é tudo cópia de “Express Yourself” e “Sorry”, e os fãs chatos da Britney falando que “Hold it Against Me”, o novo single da moça, é superior. Tudo certo e tudo errado sob o ponto de vista de cada um. Afinal, para os fãs chatos de Michael Jackson, o pop acabou com a morte dele.

E, claro, tem aqueles que simplesmente não gostam de Lady Gaga ou/e de música pop. Tudo bem, ninguém está aqui para agradar todo mundo e chamar essas pessoas de invejosas é muito infantil da parte dos fãs da cantora.  Mas o sucesso dela é grande o suficiente pra incomodar todas as áreas? Não sei, talvez. Quando o Guns lançou o esperado “Chinese Democracy”, por exemplo, quem gongou foi a galera do rock. Vou generalizar e dizer que quem gosta de Ashlee Simpson não fica opinando por aí sobre o novo single do Metallica. Não entendo porque quem nunca gostou da moça precisa vir agora e falar que continua não gostando. Pois, roqueiros, francamente, a gente já viu gente com bem menos talento ganhando muito mais dinheiro que Gaga.

Mas enfim, a nova música está aí e pronto. E, de qualquer forma, para mim, só a tentativa de criar um hit mainstreamzão com uma letra sobre auto-aceitação é admirável. Bobagem comparar o envolvimento dela no assunto com o de outras pessoas, como Cyndi Lauper ou a própria Madonna. Meio cinismo, não? “Muito obrigado, não quero seu apoio pelas causas GLBTs pois ela já recebeu apoio de outras cantoras na década passada”. Faz sentido nenhum isso.

Sinto que estou a um passo de ler ameaças de morte via Twitter por causa de opiniões sobre música. Dá pra acreditar nisso? Não é exatamente esse tipo de coisa que está todo mundo querendo combater? As pessoas esqueceram que podem gostar de mais de um artista e que músicas podem coexistir? Apreciem as diferenças e a variedade das coisas. Cada um no seu caminho, com seu gosto, nos seus fones.

Gabriel

Anúncios

10 Respostas

  1. Concordo com tudo que vc falou. Estou aqui batendo palmas para vc.

  2. melhor review da música que eu li até agora (:

  3. Ideias interessantes. E você escreveu uma frase TÃO perfeita que sintetiza toda comoção/agressão dos últimos dias. 🙂

  4. sem comoções exageradas. nao gostei da música, mas seu post me fez respeita-la como iniciativa.

  5. Não ouvi a música pq não gosto de Lady Gaga, assim como os fãs dela não vão fazer questão de ouvir o single do novo álbum do Metallica que vai ser produzido em abril. E acho justo e necessário que cada um goste de uma coisa e, mais do que isso, que as pessoas se respeitem. E qdo eu digo que não gosto não é pq tenho alguma coisa contra, que vou falar mal, é só pq aquilo não me dá tesão suficiente. Não significa que eu abomine ou ache ruim, significa que eu nã tenho vontade de ouvir. Só isso. Então para não me acusarem de nd, pra não ficar dúvidas: eu não tenho nada contra Lady Gaga e não tô dizendo que Dream Theater é melhor. Eu ouço e gosto de Dream Theater e não falo nada de Lady Gaga pq eu não tenho nem conhecimento de causa pra falar nd. Milhões de outras pessoas gostam mto da moça e não curtem DT. Tá todo mundo no seu direito, desde que ninguém ofenda ninguém. Às vezes, eu acho que as pessoas só precisam de mais frieza e maturidade. Mto bom texto, Gabriel! Obs: ao lado de “roqueiros” eu colocaria axezeiros e pagodeiros tb. Smack!

  6. […] todo mundo discute as influências de uma certa magrela, nossa amada Beth Ditto resolveu homenagear Madonna de uma foram mais explícita. O diretor Price […]

  7. […] Gaga vai lançar duas versões do videoclipe de “Born This Way”. A cantora revelou que, além da versão do álbum, vai colocar uma versão acústica da música no […]

  8. detesto a nova gaga apeladora … pra mim o pop pode até morrer mas so com a morte de madonna, embora creia que sempre haverá um sopro de vida, no caso de adele agora, pra salva o estilo do misógeno

  9. […] tirar um pouco de humor dessa polêmica chata de que tudo que Lady Gaga faz é cópia de alguma coisa, eis o Tumblr do dia: Lady Gaga in […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: